'Fingimos que não nos importamos mas nós nos importamos', o Melodrama da Lorde

David Bowie estava certo ao dizer que Lorde é o futuro da música? Isso depende, o que queremos ouvir no futuro? Músicas com uma batida repetitiva e um refrão chiclete que bombe nos streams? Trabalhos bem elaborados mantendo uma analogia com a realidade em que a nossa sociedade se encontra? Eu diria SIM, para essa ultima pergunta, e é isso que a cantora traz em seu novo álbum "Melodrama".


Lorde não perdeu sua essência de escrever letras fortes e reflexivas, ela apenas amadureceu devido as suas vivencias, a garota que falava sobre suas inseguranças agora está nos dizendo que precisamos encarar nossos demônios, como diz a letra de Sober: "Estes são os jogos dos fins de semana, nós fingimos que simplesmente não nos importamos mas nós nos importamos (Mas o que vamos fazer quando estivermos sóbrios?)".

Melodrama é uma obra prima que retrata as experiencias de uma garota com a passagem para uma vida adulta, e é isso que faz o álbum ser tão aclamado, é sincero, cru, intenso, nos faz viajar com cada melodia. Que no futuro possamos desfrutar de músicas assim.



'Fingimos que não nos importamos mas nós nos importamos', o Melodrama da Lorde 'Fingimos que não nos importamos mas nós nos importamos', o Melodrama da Lorde Reviewed by Fala Berenice on 18:57:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.