Se eu estou perdendo um pedaço de mim, talvez eu não queira o céu

Se eu estou perdendo um pedaço de mim, talvez eu não queira o céu

A comunidade LGBT sofre a anos com diversos tipos de violência, seja ela vinda do lado religioso ou social, cada palavra ou pedra jogada em um membro atinge de certa forma todos como se estivessem conectados.

Porém, por mais clichê que seja, é na queda que conseguimos força em forma de ativismo, e é esse ativismo que é levantado no novo clipe do Troye Sivan, Heaven. Com cenas reais de toda a luta por igualdade ao longo dos séculos, o clipe reforça a importância de se levantar a bandeira do arco-íris além de celebrar uma parte que muitos que carregam apenas estereótipos em torno dos LGBT’s não enxergam, o amor.
 

Análise da letra:


Outro ponto importante em Heaven é o que a sua letra traz de reflexão, por mais forte que pareça ser, é uma verdade carregada dentro de muitos “armários”. 

A verdade corre selvagem
Como uma lágrima por uma bochecha
Tentando salvar a face, e o desgosto do papai
Eu estou mentindo através de meus dentes
Esta voz interior
Tem me consumido
Tentando substituir o amor que eu finjo
Com o que nós precisamos
A verdade corre selvagem
Assim como as crianças no concreto
Tentando tranquilizar minha mente em sua gaiola
E entorpecer o que eu vejo
Desperto, com os olhos arregalados
Eu estou gritando para mim
Tentando manter a fé e imaginar o rosto dele
Olhando para mim.

A verdade seria a sua verdadeira sexualidade, escondida a sete chaves devido ao medo de mostrar quem realmente é, enquanto uma voz interior (que seria o coração apertado por não poder ser ele mesmo para não decepcionar a sua família) fala mais alto. Bom, quem está/esteve nessa situação sabe bem como é, exatamente como se sua mente estivesse presa em uma gaiola, e a ideia que de é errado assusta principalmente dentro de casa.

Sem perder um pedaço de mim
Como posso chegar ao céu?
Sem mudar uma parte de mim
Como posso chegar ao céu?
Todo o meu tempo é desperdiçado
Sentindo que meu coração está enganado
Então, se eu estou perdendo um pedaço de mim
Talvez eu não queira o céu?
Todo o meu tempo é desperdiçado
Sinto que meu coração está errado, oh
Então, se eu estou perdendo um pedaço de mim
Talvez eu não queira o céu?

O refrão é forte o suficiente para uma reflexão sobre o que nós LGBT’s somos. Somos corpo, mente, coração e alma, não escolhemos ser o que somos, nascemos assim, se interpretações equivocadas de um livro antigo nos diz que iremos para o inferno se não deixarmos ser o que somos, pra que o céu serve então? Uma falsa aparência é mais importante do que um coração verdadeiro? Se é assim, talvez o céu não seja o lugar de quem escolhe amar de verdade.
Se eu estou perdendo um pedaço de mim, talvez eu não queira o céu Se eu estou perdendo um pedaço de mim, talvez eu não queira o céu Reviewed by Fala Berenice on 07:22:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.