Os discursos mais emocionantes e poderosos de 2016

Os discursos mais emocionantes e poderosos de 2016

Uma coisa que tivemos MUITO esse ano foram discursos poderosos vindo de vários artistas, com muito empoderamento feminino, igualdade de gênero, entre outros assuntos importantes fizeram o 'subir num palco para receber um prêmio' um momento inesquecível. Abaixo os 10 discursos mais maravilhosos de 2016:

10. Taylor Swift – Grammy Awards


Você pode odiar a Taylor, mas um fato é, ela arrasooou ao mandar um recado as mulheres, olha só:
Quero agradecer aos meus fãs e à academia por essa honra. Como primeira mulher a vencer [na categoria] 'Álbum do Ano' do Grammy duas vezes, quero falar para todas as mulheres por aí. Existirão pessoas no seu caminho que vão tentar barrar o seu sucesso, ou tomar crédito pelas suas conquistas, ou sua fama. Mas se você simplesmente focar no trabalho e não deixar essas pessoas te atrapalharem, um dia, quando você vir onde está chegando, você vai olhar ao seu redor e saber que tudo foi feito por você e pelas pessoas que você ama. E esta é a melhor sensação do mundo.

9. Viola Davis – Critics’ Choice Awards


Sou suspeitíssima pra falar da Viola, sempre que ela sobe no palco, tenho a certeza de que vai me emocionar:


É difícil aceitar ser um exemplo para as mulheres quando você está tentando perder peso”, brincou no início. “Eu sempre descobri o coração das minhas personagens perguntando ‘por quê?’ Quando me deram Annalise Keating, eu disse: ‘ela é sensual, misteriosa…’ Sabe, eu estou acostumada a interpretar mulheres que ganham peso e usam aventais. Eu pensei: ‘meu Deus, eu preciso perder peso, preciso aprender a andar de salto alto igual a Kerry Washington, preciso perder minha barriga’. Foi então que eu me perguntei: ‘por que eu preciso fazer tudo isso?’
Eu acredito, de verdade, que o privilégio de uma vida é ser quem você é, e eu abracei isso, recentemente, aos 51 anos. Acho que meu ponto mais forte é às 10 da noite, numa quinta-feira. Eu quero que você venha para o meu mundo. Eu não vou até o seu. Você vem para o meu e senta comigo: meu tamanho, minha cor e idade. E você senta e experiencia. Acho que esse é o único poder que eu tenho como artista. Portanto, obrigada por esse prêmio e eu a vejo, sim, assim como eu. Obrigada

8. Beyoncé – CDFA Awards


Eleita o “Ícone Fashion” de 2016, a Queen Bee falou sobre auto aceitação lindamente:
Desde que me lembro, a moda tem sido parte da minha vida. Seu efeito em mim, na verdade, começou antes de eu nascer. Muitos de vocês não sabem disso, mas minha avó era costureira. Meus avós não tinham dinheiro suficiente para pagar a taxa de matrícula da minha mãe em uma escola católica. Assim, a minha avó costurava roupas para os padres e freiras e fazia uniformes para os alunos em troca da educação da minha mãe. Ela, então, passou este dom para a minha mãe e lhe ensinou a costurar. [...] Minha mãe fez meu vestido de noiva, o meu vestido de formatura, meu primeiro vestido para o CFDA Award, o meu primeiro vestido para um Grammy, e a lista continua. Para mim, é isto que a moda representa, a busca pela nossa própria identidade. Agradeço então à minha mãe, minha avó, minha tia…. Obrigada por me mostrar que ter uma presença é muito mais do que as roupas que veste e sua beleza física. Obrigada por me ensinarem a nunca aceitar o não como resposta e me mostrarem como encarar riscos, trabalhar duro e viver sob meus próprios termos. Mas eu quero agradecer a todas as designers que trabalham incansavelmente para fazer as pessoas se sentirem como donas de sua própria história. Vocês são fadas madrinhas e mágicos escultores e, por vezes, até mesmo os nossos terapeutas. Encorajo vocês a não esquecerem este poder que têm nem a desvalorizá-lo. Alma não tem cor, nem forma. Nenhuma forma. Assim como todo o seu trabalho vai muito além do que os olhos podem ver. Você tem o poder de mudar as percepções para inspirar e capacitar, para abraçar seus defeitos e enxergar a verdadeira beleza e a força que vem de dentro.

7. Selena Gomez – American Music Awards


Muito, mas muito corajosa a Selena foi ao falar sobre sua saúde mental tão abertamente:
Muito obrigada. Em 2014 esse palco foi a primeira vez que eu fui completamente honesta com vocês. Acho que posso dizer que muitos de vocês sabem bastante sobre minha vida, quer eu goste ou não. E eu tive que parar. Porque eu tinha tudo. E eu estava completamente cheia de problemas dentro de mim. E eu aguentei isso o suficiente para não decepcioná-los, mas eu aguentei demais e decepcionei a mim mesma. Eu não quero ver seus corpos no Instagram. Eu quero ver o que está dentro. Não quero e nem preciso de validação. Tudo o que eu posso dizer do fundo do meu coração é que eu sou muito grata por ter a oportunidade de poder compartilhar o que eu amo todos os dias com pessoas que eu amo. E preciso dizer muito obrigada aos meus fãs porque vocês são muito leais e eu não sei o que fiz para merecer vocês. Mas se você está com problemas, não precisa continuar com problemas. E isso é algo que vocês devem saber sobre mim – eu me importo com as pessoas. E esse prêmio é para vocês. Obrigada.

6. Kesha – Nashville Equality Dinner do Human Rights Campaign


Como todos sabem, Kesha passou por grandes obstáculos, e em março ao receber o Visibility Award, pelo apoio à comunidade LGBT, ela comentou sobre isso:
Como todos vocês sabem, eu estou passando por alguns problemas pessoais que têm sido muito intensos e difíceis e eu gostaria de agradecer por todo apoio que tenho recebido. A minha mensagem para vocês hoje é: não tenham medo de falar sobre qualquer injustiça pela qual vocês passem. Não deixem que os outros os assustem ou os façam mudar coisas que fazem de vocês únicos. Essas são as qualidades que vão fazer a sua vida mágica e especial. Nós não podemos ter medo de lutar pela nossa própria dignidade.

5. Bono – Prêmio 'Women Of The Year' da revista Glamour


A revista britânica Glamour elege todo ano as mulheres mais importantes do mundo. Mas em 2016, inovou e se arriscou ao indicar Bono, vocalista da banda U2, para a categoria de “Mulher do ano”. O motivo? O cantor é um forte nome no trabalho humanitário em prol da igualdade de gênero. Olha só o que ele falou:
Isto é ... bem, é um pouco ridículo, é um absurdo eu estar neste palco aceitando este prêmio. Mesmo se eu não soubesse o quão ridículo era, eu tenho a abençoada internet para me lembrar disso. Eu peguei alguns dos melhores tweets. 'De todas as mulheres vivas, #Bono é a minha favorita. É tão inspirador como ela superou a adversidade de ser um homem branco milionário'. Ou: "É tão importante para as nossas filhas compreenderem que elas podem crescer para serem o Bono'. [...] De qualquer forma, eu vou lhe dizer a verdadeira razão pela qual estou aqui. É um dos muito poucos prêmios que causou entusiasmo de verdade em nossa casa, e parou a habitual conversa do jantar, e começou o que minhas filhas se referem como apenas uma conversa, sobre haver 130 milhões de meninas que não estão indo à escola, uma conversa em que, aqui nos Estados Unidos, as mulheres ganham 80 centavos para cada dólar ganho por um homem. A conversa que, como a minha filha Jordan, que está, diz e me faz lembrar: Não há lugar na Terra onde as mulheres têm as mesmas oportunidades que os homens, e se não resolver o problema, colocar mulheres e homens juntos, o nosso mundo vai continuar indo por um caminho misógino, violento e pobre. Mas talvez seja hora de crescer. […] Sexismo é vergonhoso em uma banda de rock and roll, mas em certas partes do mundo, o sexismo é um assassinato, e você sabe, a pobreza é sexista. A pobreza é pior para as mulheres e meninas. Para elas são negados os elementos essenciais, tais como os direitos humanos e saúde, mas para elas também são negados uma saída através da educação e oportunidade. Elas trabalham a terra, mas não podem possuí-la. Elas podem ganhar dinheiro, mas não pode depositar em um banco. Há um tempo para estar com o coração partido e destruir tudo. Há um tempo para o luto e um tempo para organizar. Eu perguntei a minha esposa Ali na última noite o que dizer quando recebesse este prêmio, e ela apenas me repetiu o que ele me disse uma vez quando éramos adolescentes. […] Ela me disse o que me disse todos estes anos: "Não deixe que seus olhos se abaixem ao olharem para mim. Mas também não olhe por cima de mim. Olhe através de mim. Estou aqui'. Então é o que eu estou fazendo. E é isso que estamos fazendo. Vamos olhar através do outro. E nestes tempos, talvez o mais importante é ver através de pessoas que não concordam em nada com você. Talvez eles estão em sua família. Talvez eles vivam do outro lado da rua. E eu digo isso para mim mais do que ninguém: Talvez eles estejam prestes a se mudar para a Casa Branca. Então, eu digo ao presidente eleito: Olhe através de mulheres. Maior igualdade é uma prioridade. É o único caminho a seguir. O trem está deixando a estação. Esteja nela ou desça dele.

4. Alicia Keys – VMA


Alicia fez uma homenagem ao Martin Luther King e ainda pediu por igualdade de gênero no VMA, foi incrível? SIM!

A cantora relembrou que não devemos dá espaço ao ódio e que o mundo precisa de igualdade de gênero. Se Martin Luther King lutava pelos direitos dos negros, essa luta continua até hoje. Além de discursar, ela cantou sobre amarmos uns aos outros, independente de gênero e cor. E finalizou dizendo que ainda acredita no sonho de Luther King, e que homens e mulheres ainda serão tratados como iguais.

3. Lady Gaga – Orlando


A tragédia que tirou várias vidas na boate LGBT Pulse em Orlando, mexeu com a gente, e Lady Gaga fez um discurso emocionante em uma das Vigílias realizadas:
 

2. Madonna – Billboard 


Madonna foi e é uma grande inspiração para as mulheres que lutam por liberdade e igualdade, ela recebeu o prêmio de Mulher do Ano pela Billboard e fez um discurso FODA:


1. Emma Watson – ONU


Faltam palavras para descrever a voz poderosa que é essa mulher!



Obs: A numeração é apenas para seguir uma ordem de cima para baixo, não significa que um discurso foi melhor que o outro, não se compara lindas palavras, todos esses artistas foram maravilhosos igualmente.
Os discursos mais emocionantes e poderosos de 2016 Os discursos mais emocionantes e poderosos de 2016 Reviewed by Fala Berenice on 16:43:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.