recent posts

banner image

5 histórias maravilhosas de professores que transformaram a educação

5 histórias maravilhosas de professores que transformaram a educação

Hoje é um dia mais do que especial, 15 de outubro é uma data não apenas para celebrar, mas também para relembrar momentos com os mestres do aprendizado, hoje é Dia do Professor, e como uma vez eu ouvi: professor não é profissão é vocação! Sem o professor não conseguimos ser um bom médico, psicólogo, cantor, entre outras profissões que só é possível se tivermos alguém com esse talento e amor para ensinar. 

Reuni depoimentos maravilhosos sobre professores que inspiraram e muito:

Teve um dia que eu fiz uma redação, e entreguei para a minha professora, ela achou tão organizado, disse que estava perfeito, e até leu tudo, depois me encheu de elogios, isso me inspirou mais ainda a criar histórias.  – Frederico, estudante.

Tinha uma professora de matemática que era tão gentil e atenciosa, eu sinto uma falta enorme dela, se chamava Penha, tinha cerca de 40 anos, baixinha, mas apertava o meu coração quando eu via tantos alunos zoando dela. Teve um dia que ficaram jogando bola de papel nela, e aí ela jogou o giz no quadro e começou a chorar, e muito. Eu e uns alunos fomos acalmá-la, depois fiquei sabendo que ela passa por dificuldade sérias, passei a amá-la ainda mais, porque mesmo diante das dificuldades ela se levantava da cama e ensinava com muito amor. Espero que um dia os professores sejam realmente valorizados no mundo.  – Ana Paula, estudante.

Queria agradecer a professora Ana Luíza que tratou sobre o tema homossexualidade e gênero na sala de uma forma tão saudável e sem preconceitos! – Júnior Trammel, estudante.

O meu predileto foi o Nuno Britto professor de Geografia. Ele me ensinou que tudo o que a gente sonha somos capazes de realizar, que seja sempre você mesmo, ele é gay e assumiu para minha turma de boa. Acho ele humilde, simpático e maduro ao extremo!  - Rikely, estudante.

Era época do Vestibular e eu estava convicta que queria Letras e que queria Licenciatura, tudo em Língua Inglesa, mas lembro que no 3° ano tinha tirado média 7 em Inglês o ano inteiro, então optei por Espanhol por considerar ser "mais fácil". Obtive aprovação e no primeiro semestre estive silenciada de um jeito absurdo. Venho de uma família de educadores, todos com histórias diferentes, falar bastante sempre foi uma opção. Já na Alfabetização, em momentos em que a Professora Marluce se ausentava, subia num palquinho da sala e fazia as vezes de professora, mandando meus amigos pararem de conversar pra fazer a tarefa (mainha foi chamada várias vezes na escola por isso). Desde muito pequena já mostrava que queria ser professora, então nada justificava meu silêncio nas aulas durante a graduação, a não ser o fato de que não entendia NADA do que se falava. Foi um semestre duro, tudo em espanhol, tive que aprender a língua sozinha, mas em nenhum momento pensei em desistir. Hoje vejo em vários momentos que o Letras Espanhol me escolheu antes mesmo de que eu tivesse feito a opção no Vestibular. No dia do meu aniversário se comemoram o Dia Internacional do Livro e o Dia da Língua Espanhola (e desse último eu só soube no ano passado). Mas minha ligação como Espanhol vai muito além dessas coincidências, me identifico com a cultura, com a História que faz parte da minha história. Durante a minha graduação dei meus primeiros passos como professora e não foram fáceis (até agora não são, e espero que não sejam, pra que eu continue aprendendo). Estive em estágios que não eram com a língua, a rotina da sala de aula é bastante cansativa, estive em trabalhos muito mal valorizados. Hoje atuo como professora substituta na UFPE no curso em que me graduei há dois anos. A minha gratificação em ser professora é ter aprendido com todas essas experiências sobre humanidade, igualdade, liberdade, respeito. Sou feliz por ter a certeza de que com a minha escolha continuarei nessa troca constante de conhecimento, necessária a todo ser humano. Aprendo como educadora, porque assim, tenho consciência da minha eterna condição de educanda. - Isabela Tavares, professora.

E você, tem alguma história inesquecível?
5 histórias maravilhosas de professores que transformaram a educação 5 histórias maravilhosas de professores que transformaram a educação Reviewed by Fala Berenice on 12:48:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.