recent posts

banner image

Sofri Xenofobia na escola, e sabe o que eu fiz?

Sofri Xenofobia na escola, e sabe o que eu fiz? blog Fala Berenice

Eu fui apresentada a xenofobia aos 16 anos, fui vítima e sofri, sofri muito. Alguns podem até achar que é besteira mais é um assunto bem sério, é preconceito e é crime.

Aos meus 16 anos viajei com meus pais para morar no Rio de Janeiro e rapidamente eu me matriculei numa escola, primeiro dia de aula e eu via todo mundo da sala querendo saber quem era a novata até eu abrir a boca e perceberem meu sotaque nordestino e a indiferença que fui tratada por alguns foi imensa.

Chegavam diversos bilhetes pra mim como: "Eu odeio essa tua raça”, “Se eu pudesse eu matava todos os nordestinos”, “O que você faz aqui volta pra tua terra Paraíba de merda", entre outros... E eu sempre fiquei calada, amassava os bilhetes e jogava fora e não dizia pra ninguém, também tinha aquelas piadinhas sobre nordestinos que todos achavam graça mais era uma facada no meu peito e eu engolia o choro pra chorar em casa. Minha única amiga foi uma nordestina Maranhense e o meu mundo dentro da sala de aula se tornou ela, até que me esqueceram e eu consegui continuar com o ano letivo em paz. 

Claro que fiz amizade com algumas pessoas decentes do colégio, porque sei que nem todos que moram no RJ são xenófobos, mais esses episódios nunca vão sair da minha cabeça. Eu mudei como pessoa, hoje em dia sou bem fria, não sou de fazer amizade fácil e sou muito na minha. 

Agora, com outra forma de pensar, eu luto pela minoria, pela classe escravizada, luto pelas mulheres, pelos negros, pelos nordestinos e luto contra o abuso, contra o preconceito de cada dia. Hoje penso que não devo mais calar a boca. É nós por nós!


História enviada pela leitora Su Monteiro, envie a sua também para o email do blog: berenicefala@gmail.com - participe do Conte Sua História.
Sofri Xenofobia na escola, e sabe o que eu fiz? Sofri Xenofobia na escola, e sabe o que eu fiz? Reviewed by Fala Berenice on 11:59:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.